21/05/2023 às 17h20min - Atualizada em 21/05/2023 às 17h20min

Cidade mais ‘doce’ do AM oferece experiência saborosa ao turista

O turista quando chega a Boa Vista do Ramos pode procurar a nossa coordenação para realizar a rota. Temos transporte e realizamos um trajeto específico, em que as famílias são organizadas para receber o turista

Da Redação
amazonasatual.com.br
Foto: Reprodução

AMAZONAS – Boa Vista do Ramos (a 271 quilômetros de Manaus) é a cidade mais “doce” do Amazonas. Com 1.156 colônias de abelhas sem ferrão, o município colhe 4 toneladas de mel entre julho e novembro quando é feita a extração. Para apreciadores do alimento, Boa Vista do Ramos é destino turístico de encher a boca.

O coordenador municipal de meliponicultura do município, Adalberto Guerreiro, diz que 35 famílias, de quatro regiões, estão envolvidas na produção.

O mel, além do consumo in natura, é usado em doces, bebidas e cosméticos. O visitante pode conhecer todo o processo de extração, produção e armazenamento do produto nas comunidades rurais. O processo é no contato direto com a natureza.

Com aroma, coloração e leve acidez, o mel de Boa Vista do Ramos possui delimitação territorial ao receber o selo de Indicação Geográfica (IG), que garante a procedência do produto e fortalece a comercialização com a identidade e valor do município.

“O turista quando chega a Boa Vista do Ramos pode procurar a nossa coordenação para realizar a rota. Temos transporte e realizamos um trajeto específico, em que as famílias são organizadas para receber o turista, que pode conhecer o local de cultivo, extração, experimentar o mel e vivenciar a rotina das famílias”, disse Adalberto Guerreiro.

De acordo com o turismólogo da Amazonastur em Boa Vista do Ramos, Ruan Gonzaga, a rota do mel atrai turistas durante o ano todo, fortalecendo a economia local, realizando também o turismo de Base Comunitária.

“A rota do mel de abelha sem ferrão, que é produzida nas comunidades locais, geram emprego e renda com o turismo de base comunitária. Além disso, essas famílias estão preparadas para recebê-los, tanto com a alimentação e hospedagem, gerando uma troca e fortalecimento cultural”, diz.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp