03/06/2023 às 11h46min - Atualizada em 03/06/2023 às 11h46min

Professoras da rede estadual são selecionadas para programa de aperfeiçoamento no Canadá

Para a seleção, as duas educadoras do Amazonas elaboraram projeto de intervenção pedagógica, a partir das próprias experiências profissionais

Da Redação
agenciaamazonas.am.gov.br
FOTOS: Divulgação / Secretaria de Estado de Educação e Desporto

BRASIL - Duas professoras de inglês da rede pública estadual do Amazonas estão entre os 96 docentes de todo o país selecionados para participar do Programa de Aperfeiçoamento de Professores da Educação Básica no Canadá. A iniciativa do Ministério da Educação (MEC) seleciona professores de diversas regiões do Brasil para participar e compartilhar metodologias de ensino e estratégias.

A professora Maria Ayane Bastos, do Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Professor Manuel V. F. Lima, no município de Coari (distante 363 quilômetros de Manaus); e a professora Yeda Oliveira de Souza Carvalho, da Escola Estadual Waldocke Fricke de Lyra (CMPM III), no Tarumã, zona oeste de Manaus, embarcaram para o Canadá, onde ficarão por oito semanas para participar do programa. 

Em conjunto, entre a Diretoria de Relações Internacionais (DRI) e a Diretoria de Formação de Professores da Educação Básica (DEB), a iniciativa faz parte do Acordo de Cooperação formalizado entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Colleges and Institutes Canada (CICan).

As educadoras foram selecionadas e se tornaram bolsistas da Capes após se inscreverem no edital 31/2019 do Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores da Educação Básica no Canadá. Dividido em fases e regiões, os educadores de todo o país precisaram elaborar um projeto de intervenção pedagógica a partir da própria experiência profissional, o qual deverá ser colocado em prática nas suas respectivas escolas, após retornar para o Brasil.

“É fora do comum, isso aqui é realmente viver um sonho. Eu acho que é muito importante estar aqui, também é uma forma de motivar meus alunos do interior e mostrar para eles que esses lugares também são para nós. Que precisamos nos dedicar e nos esforçar, porque também temos essas chances de igualdade através desses programas sociais e competir nessas vagas que muitas vezes são inacessíveis para quem é do interior”, explicou a professora Maria Ayane Bastos.

O Programa

Com o objetivo de promover a capacitação de professores em exercício nas escolas públicas de educação básica, o Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores da Educação Básica no Canadá tem uma duração de oito semanas.

Ele inclui passagem aérea internacional de ida e volta, ajuda de custo com uma bolsa de CAD$ 2 mil (dólar canadense), seguro-saúde e conta com aulas de inglês básico, curso de formação e material didático, alojamento em casa de famílias canadenses, além de módulos temáticos que abordam a aprendizagem centrada no aluno, a gestão de sala de aula, a educação inclusiva e tecnologia em sala de aula, além de participação de fóruns virtuais, discussões em grupo, apresentações de painéis, entre outros.

Os 96 professores foram enviados para duas faculdades: Niagara College e Fanshawe College, ambas situadas na província de Ontário, em Toronto.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp