08/12/2023 às 12h54min - Atualizada em 08/12/2023 às 12h54min

Sob gestão Bolsonaro, desigualdade e extrema pobreza caíram ao menor nível no Brasil

Dados do IBGE mostram que concentração de renda ficou em 0,518 em 2022, o mais baixo da série histórica.

Da Redação
Conexão Política
Foto: Reprodução

BRASIL - A Síntese de Indicadores Sociais (SIS), recém-divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (6), traz dados promissores sobre a desigualdade de renda no Brasil.

De acordo com o relatório, o Índice de Gini, que mensura a distribuição de ganhos na população em uma escala de zero a 1, atingiu o patamar de 0,518 em 2022, marcando o menor índice da década.

O declínio é atribuído, em grande parte, aos efeitos positivos dos benefícios sociais implementados durante a pandemia do coronavírus.

A pesquisa destaca que, no último ano do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), a redução na desigualdade de renda foi expressiva, alcançando um patamar não visto desde 2012, quando a série histórica atual teve início.

Contrastando com o índice de 0,545 registrado em 2018, durante a gestão do ex-presidente Michel Temer, o Gini continuou sua trajetória descendente, atingindo 0,544 no ano subsequente. A implementação do Auxílio Emergencial em 2020, em resposta à crise da Covid-19, resultou em uma queda significativa para 0,524, evidenciando a redução de renda nas famílias de classe média e alta, devido às restrições impostas pelas quarentenas.

O Auxílio Emergencial, composto por cinco parcelas de R$ 600 e outras quatro de R$ 300, desempenhou um papel crucial na equação, conforme ressalta o IBGE. O Instituto calculou o Índice de Gini considerando a exclusão dos valores desses programas, revelando que, mesmo ao se analisar apenas os rendimentos provenientes do trabalho, aposentadorias e outros, a desigualdade teria apresentado uma redução significativa em 2022.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp