14/02/2024 às 08h49min - Atualizada em 14/02/2024 às 08h49min

Reflexo econômico: consumidores estão mais atentos ao IPVA antes de comprar automóveis

De acordo com o levantamento, 71% dos entrevistados consideram o montante do imposto a ser pago antes de finalizar a compra.

Da Redação
Conexão Política
Foto: Reprodução
 


BRASIL - Para muitas pessoas que planejam adquirir um carro ou trocar de veículo, o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) é um fator crucial na tomada de decisão, conforme revela uma pesquisa realizada pelo portal de negócios e soluções para o mercado de automóveis, Webmotors.

De acordo com o levantamento, 71% dos entrevistados consideram o montante do imposto a ser pago antes de finalizar a compra. Além disso, 77% dos entrevistados expressaram a intenção de comprar ou trocar de carro neste ano.

Natália Spigai, diretora de marketing da Webmotors, observa: “A intenção de comprar ou trocar de veículo permanece alta, mostrando que o carro segue como um objeto de desejo do consumidor brasileiro. Mas questões financeiras, como o valor do IPVA, influenciam na hora de escolher o automóvel.”

É importante ressaltar que o cálculo do IPVA é feito multiplicando o valor do veículo pela alíquota do imposto. Por exemplo, em São Paulo, que possui a maior frota do país, é cobrado 4% de IPVA sobre o valor venal para veículos de passeio.

A pesquisa conduzida pela Webmotors também revelou que 70% dos participantes optaram por quitar o IPVA 2024 de uma só vez. O principal motivo citado para essa escolha foi o desconto oferecido para pagamento à vista – em São Paulo, por exemplo, aqueles que efetuaram o pagamento em parcela única em janeiro receberam um abatimento de 3%.

Além disso, entre os 30% que optaram por parcelar o imposto, pouco mais da metade (51%) preferiu fazê-lo em cinco vezes, sem juros. Os entrevistados que escolheram parcelar mencionaram que o aumento do imposto, com um reajuste médio de 4% em 2024, foi um fator determinante na decisão.

Outras motivações para escolher o parcelamento incluíram despesas adicionais relacionadas ao carro e gastos extras típicos do início do ano.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp