22/05/2023 às 08h25min - Atualizada em 22/05/2023 às 08h25min

Governo do Amazonas abre inscrições para PcDs acessarem local exclusivo no Festival de Parintins

Cerca de 60 lugares serão disponibilizados diariamente

Da Redação
agenciaamazonas.am.gov.br
agenciaamazonas.am.gov.br

AMAZONAS - A fim de garantir a inclusão das pessoas com deficiência (PcDs) no 56º Festival Folclórico de Parintins, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (SEC), disponibilizará um espaço acessível nas três noites do festival. Os interessados deverão fazer inscrição prévia, a partir das 8h de segunda-feira (22/05). 

A iniciativa é coordenada pela Secretaria Executiva da Pessoa com Deficiência (SePcD). Para quem não reside em Parintins será possível fazer a inscrição online, pelo link https://bit.ly/43e8qb7 ou na sede da pasta, localizada na Rua Salvador, localizada na rua Salvador, 456, Adrianópolis, das 8h às 17h.

Já os moradores de Parintins, poderão fazer a solicitação presencialmente, nos dias 22 e 23 de maio, das 8 às 11h e das 14h às 17h, no Bumbódromo. O resultado da solicitação será informado no dia 29 de maio, por e-mail e mensagem via whatsapp.

Para o cadastro é necessário informar nome completo, RG, CPF, telefone, e-mail, endereço, informar a deficiência e selecionar a noite que deseja assistir ao Festival. Todos os documentos deverão ser anexados. 

Serão destinados 60 lugares para 30 PcDs, cada um com direito a um acompanhante, sendo 15 vagas para residentes de Parintins e 15 para residentes dos demais municípios do Amazonas. 

Menores de 6 anos, ainda que acompanhados dos pais não podem entrar no Bumbódromo. A determinação obedece uma resolução do Conselho Nacional de Justiça, que proíbe a presença de crianças em eventos de grande porte. 

Os ingressos serão entregues aos credenciados em Parintins, a cada dia, respeitando a ordem de chegada no local determinado. Os ingressos são intransferíveis e têm venda proibida.

Jussara Pedrosa, secretária da Sejusc, frisa que a ação visa assegurar que todos os públicos assistam ao seu bumbá preferido.

“O Espaço Acessível é garantido por lei e nós ficamos felizes em poder oferecer acessibilidade e lazer a esse público, que terá uma ótima visão do espetáculo, além de ter água disponível e banheiro exclusivo”, reforça. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp