27/05/2023 às 16h20min - Atualizada em 27/05/2023 às 16h20min

No Ministério da Cultura, Wilson Lima destaca importancia do Festival de Parintins e convida Margareth Meneses para conhecer espetáculo

Ministra da Cultura confirmou presença na disputa dos bois Caprichoso e Garantido

Da Redação
amazonas.am.gov.br
FOTO: amazonas.am.gov.br

BRASÍLIA - O governador do Amazonas, Wilson Lima, esteve reunido com a Ministra da Cultura, Margareth Menezes, nesta quarta-feira (26/04), em Brasília, apresentando demandas do estado para a área e também convidá-la, oficialmente, para estar presente no Festival Folclórico de Parintins (município distante 369 quilômetros de Manaus), que acontece de 30 de junho a 2 de julho no bumbódromo da ilha tupinambarana.

Com a presença de representantes dos bois Caprichoso e Garantido e do secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo, o governador destacou a importância de avanços nas leis de fomento – Rouanet, Aldir Blanc e Paulo Gustavo – e no apoio a movimentos culturais e explicou que, embora seja o primeiro encontro entre ambos, técnicos da área da Cultura dos governos estadual e federal já estavam em contato.

“A ministra (Margareth Menezes) se mostrou muito disposta a caminhar naquilo que está dentro das competências e possibilidades do Ministério da Cultura. Já tem em andamento um aporte financeiro através da Lei Rouanet para os bois, e é uma questão que está bem encaminhada. E, também, a gente veio fazer o convite para a ministra para poder estar participando desse nosso evento e ela garantiu que vai estar presente”, disse Wilson Lima.

Neste ano, o Festival de Parintins terá os conceitos da Cultura, Turismo e Sustentabilidade como norteadores da montagem e das apresentações. Além disso, a tradicional disputa dos bois bumbás Azul e Vermelho movimenta a economia local e gera 2 mil empregos diretos e até 20 mil indiretos, com a cadeia produtiva sendo movimentada pelo menos três meses antes da realização do festival, que já teve seu lançamento oficial em Manaus e Brasília.

“Trouxemos aqui o pessoal dos bois, Garantido e Caprichoso, para também estreitar essa relação, trazer um pouco da nossa história, também da cultura, do que é o festival, que é o maior da Amazônia. Um festival que faz todos os anos um apelo muito forte para a questão da sustentabilidade, da preservação do caboclo, do ribeirinho, dos indígenas, dos povos tradicionais. Então, é importante que a gente estabeleça essa relação de proximidade e, claro, conte com o apoio do governo federal”, avaliou o governador.

Entre outras demandas apresentadas pelo governador Wilson Lima, também esteve o Festival Amazonas de Ópera (FAO), que chega a sua 25ª edição iniciada no dia 21 de abril, e com programação até o fim de maio. Além disso, entre 17 e 21 de maio, a capital do Amazonas sediará a Conferência Anual da Ópera Latinoamérica, evento que reunirá os principais teatros de ópera da América Latina e Espanha e será realizado pela primeira vez no Brasil.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp