05/07/2023 às 15h12min - Atualizada em 05/07/2023 às 15h12min

Influenciadora digital Isabelly Aurora é presa na Operação Dracma

A Polícia Civil também cumpriu mandado de prisão preventiva contra o influenciador digital João Lucas da Silva Alves, de 24 anos, conhecido como Lucas Picolé.

Da Redação
amazonas atual
Foto: Facebook/Reprodução

MANAUS – A influenciadora digital Isabelly Aurora, de 24 anos, e o ex-companheiro dela, Paulo Victor Monteiro Bastos, foram presos na manhã desta quarta-feira (5) por suspeita de envolvimento em esquema de fraude na venda de rifas em Manaus. Eles foram detidos na segunda fase da Operação Dracma.

Segundo o delegado Cícero Túlio, os bens adquiridos por Isabelly eram colocados no nome de Paulo Victor. Com ele foram apreendidos uma pistola com munições e um cartão de benefício previdenciário.


“Ele [Paulo Victor] operava nesse esquema criminoso auxiliando a Isabelly. Inclusive, diversos objetos e veículos que eram comprados por parte da Isabelly eram colocados no nome do Paulo Victor a fim de dissimular o escoamento dos valores. Inclusive, na conta corrente dele passaram vultosas quantias decorrentes desse esquema criminoso”, afirmou Cícero Túlio em entrevista coletiva.

O delegado disse que o celular de Isabelly Aurora foi apreendido e será submetido à perícia.

A Polícia Civil também cumpriu mandado de prisão preventiva contra o influenciador digital João Lucas da Silva Alves, de 24 anos, conhecido como Lucas Picolé. Ele estava preso desde quinta-feira (29) por suspeita de tráfico de drogas, quando foi detido na primeira fase da operação.

De acordo com Cícero Túlio, a venda de rifas não tinha controle ou auditoria e os ganhadores eram amigos dos próprios organizadores. Os valores obtidos eram investidos na compra de veículos de luxo. Segundo o delegado, o grupo atuava há, pelo menos, dois anos, período em que movimentou R$ 5 milhões.


Na última quinta-feira, quando foi deflagrada a primeira fase da operação, além de Lucas Picolé, a polícia também prendeu Enzo Felipe da Silva Oliveira, de 24 anos, o Mano Queixo. Os dois foram presos em flagrante com 175 unidades de LSD, um tipo de droga sintética, munições de fuzil e um veículo adulterado.

Ainda na primeira fase, a polícia fez busca e apreensão na loja de Lucas Picolé por suspeita de venda de produtos falsificados.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp