22/05/2023 às 15h26min - Atualizada em 22/05/2023 às 15h26min

Mercado prevê baixa da inflação e alta do PIB em 2023

Boletim Focus foi divulgado nesta segunda-feira, 22

Da Redação
revistaoeste.com
Foto: Reprodução da Internet

BRASIL - Depois de quase cinco meses de previsões semanais negativas para a economia, os analistas de mercado projetam, no Boletim Focus desta semana, inflação menor e crescimento do Produto Interno Bruno (PIB) para 2023. 

Divulgado nesta segunda-feira, 22, pelo Banco Central, o boletim mostra projeção de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechará 2023 em 5,8%, ante a projeção de 6,03% na semana anterior. Este é o segundo boletim do ano em que os analistas projetaram queda inflação em 2023.

Apesar da queda nesta semana, a estimativa segue acima da inflação oficial em 2022 (5,78%) e está bem acima do teto da meta (4,75%). Além disso, a inflação acumulada do Brasil, de janeiro a abril, foi de 2,7%, o 5º maior porcentual entre os países do G20, com exceção da Austrália, que tem dados trimestrais. 

A estimativa também é de queda da inflação em 2024 para 4,13% ante 4,15% na semana anterior. Para 2025, os analistas mantiveram a projeção de IPCA de 4%. 

Quanto ao crescimento do PIB, o Focus mostra perspectiva de crescimento de 1,02%, na semana anterior, para 1,2% nesta semana. Já para 2024, a previsão é de queda no crescimento da economia, de 1,38% na semana anterior, para 1,3% agora. 

Divulgado toda segunda-feira, o Boletim Focus resume as estatísticas calculadas considerando as expectativas de mercado coletadas até a sexta-feira anterior à sua divulgação. O relatório traz a evolução gráfica e o comportamento semanal das projeções para índices de preços, atividade econômica, câmbio, taxa Selic, entre outros indicadores. As projeções são do mercado, não do BC. 

Em relação à taxa de câmbio, os analistas também projetaram uma queda – a primeira depois de várias semanas de estabilidade. O dólar deve fechar o ano valendo R$ 5,15. 

Já em relação à taxa de juros, o mercado manteve a estimativa da semana passada, de 12,5%. Atualmente a Selic está em 13,75% com forte pressão do governo para que o Banco Central aprove sua diminuição. Para 2024 e 2025, os analistas mantiveram a projeção da taxa de juros em 10% e 9%, respectivamente. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://efatonoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Seja nosso anunciante? fale conosco pelo Whatsapp